[Resenha] A Menina que Roubava Livros, de Markus Zusak


- Ficha técnica
Título original: The Book Thief
Autor: Markus Zusak
Editora: Intrínseca
Ano: 2007
Número de páginas: 494

O livro já começa prendendo a atenção do leitor por um interessante fato; quem o narra é a própria morte. Ela não tem restrições de dizer logo na primeira pagina uma verdade universal "Você vai morrer". Se ignorada a minha fascinação pelo fato da historia ser contada pela a morte, o livro na verdade é sobre uma menina chamada Liesel.

Liesel Meminger encontrou com a Morte três vezes em sua vida; fato que estimulou-a a contar a historia da menina. O primeiro encontro delas foi quando o irmão menor de Liesel morre, fato que precede seu primeiro ''roubo''. A partir dai seguimos Liesel para sua nova vida na rua Himmel e com seus pais adotivo, Hans e Rosa Huberman (sua mãe a entrega à eles já que por conta da guerra não tinha como cuidar dela). Durante sua estada lá Hans a ensina a ler, possibilitando assim que finalmente pudesse usufruir do livro que havia roubado e consequentemente incentivando futuros furtos.

Todos os personagens do livro tem diversos atrativos. Rudy, melhor amigo e ''não-namorado'' de Liesel; Hans, homem amável que secretamente tenta com um ato pequeno porem gigante burlar o partido nazista; Rosa, mulher irritante mas que por alguma razão eu gosto dela; Ilse, mulher do prefeito, muito séria porém permite que Liesel leia os livros de sua enorme biblioteca; e Max, o judeu escondido no porão.

Minha favorita ainda assim é a Morte, que não foi personificada como uma criatura fria. Parecia curiosa em sua narrativa, até mesmo demonstrando desapreço pela guerra e um interesse pelas cores. Gosto do modo como as vezes menciona fatos que ainda estão por vir na história.

Não é um livro que se aprofunde muito nos fatores da Segunda Guerra, mas os aborda de um jeito que os evidencia sem você nem ao menos notar. O acho uma ótima leitura, deu até vontade de ler novamente.


9 comentários:

  1. Eu só tive a oportunidade de ler o começo do livro e, realmente, o fato de a morte narrar a história torna o livro muito interessante! Mas já ouvi tanta gente falar que é triste que nem tenho coragem de começar a ler :/
    Natália Maia - viciadasemlivros.wordpress.com

    ResponderExcluir
  2. Vou confessar que ainda não li esse livro.
    Mas ele está na pilha. :D
    A capa é incrivelmente linda e o fato da morte narrar a história é uma característica que me desperta muita curiosidade.
    Parabéns pela resenha.

    Bjs Melissa
    Espaço Editorial

    ResponderExcluir
  3. Os personagens principais são muito cativantes e o desenrolar da história, comovente. É tão leve e fácil de ler que acaba se tornando impossível não querer ter na estante. :3

    ResponderExcluir
  4. Olá, excelente post, adorei. Gosto da editora e já tem um tempo que estou me enrolando para ler esse livro. Mas agora eu vou. Bom, deixe-me fazer um convite para ler o novo capítulo de um romance saindo quentinho do forno, inédito. É o meu blog-book “Illegitimate”. Visite o POET (Pages Of Erased Text) http://pagesoferasedtext.blogspot.com/ e saiba tudo sobre. Ate agora estou tendo ótimos comentários (ate agora...rs). Te vejo por lá. Cuide-se.

    ResponderExcluir
  5. Eu tenho esse livro e ate já li
    Sou simplesmente apaixonada por ele
    Amo essas historias, emocionam de mais

    Beijos e Boa Semana
    @pocketlibro

    ResponderExcluir
  6. Eu tbm sou outra que está enrolando para ler esse livro..
    Mas parece ser exclente!
    Adoro a forma como a sinopse e contra-capa do livro são intrigantes! *--*

    beeeeeijo, Nayanne =*
    http://www.bookaholicworld.com

    ResponderExcluir
  7. Oi :)
    Li o livro ano passado e apesar de td mundo descreve-lo como Perfeito e dizer que se tornou favorito, não foi um livro que eu amei.
    Sabe eu gostei do livro e achei a escrita do Markus muito boa, mas o enredo, a essencia, sabe? deixou a desejar.. Mas como td mundo sabe isso é uma questao de gosto.. e gosto cada um tem o seu hehehe

    Beeeijocas
    Rapha ~Doce Encanto

    ResponderExcluir
  8. Se eu te disser que esse foi o único livro que eu abandonei, vc acredita? rsrs Putz, não consegui passar nem da metade... não gostei mesmo :x

    Bjs,
    Kel - It Cultura
    www.itcultura.com

    ResponderExcluir
  9. Oi adorei sua resenha...mas vc já leu o livro reverso escrito pelo autor Darlei... se trata de um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história.....acesse o link da livraria cultura e digite reverso...a capa do livro é linda ela traz o universo de fundo..abraços. www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?nitem..busca.livrariasaraiva.com.br/saraiva/Reverso
    www.buqui.com.br/ebook/reverso-604408.html

    ResponderExcluir